SUBVERTA

Pesquise as verdades primitivas aqui.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Tá cada Vez Pior!


Por Marcello Comuna
Tá russo!

Paul Washer certa vez disse: “O evangelho pregado corretamente é um escândalo. Se o quê você prega não incomoda, então já não é mais evangelho”.

Enquanto a maioria dos evangélicos do Brasil comemora a entrada triunfal dos seus ídolos gospels pelos tapetes vermelhos da Rede Globo, eu chego à triste conclusão que o evangelho nesse país não cresce há muito tempo, ou pelo menos, não na proporção que o IBEGE divulga.  Como diria meu amigo Daniel Lopez: “Se não incomoda a Globo, não incomoda o diabo”.

É isso! Por mais lucrativo que o mercado gospel tenha se tornado, será que a diretoria da Rede Globo daria espaço para pregações do evangelho genuíno no melhor estilo Paul Washer, Paulo Junior, Lutero, Calvino ou Spurgeon?  Será que se as letras dos “adoradores” do Festival Promessas fossem carregadas de cristocentrismo e teologia do sofrimento e da redenção como os antigos hinos da Harpa Cristã, a Globo, mesmo de olho grande no lucro desse mercado em ascensão cederia seu horário nobre?

Esse evangelho que chegou até a Globo não constrange, por isso afirmo, isso que está lá não são os ensinos de Cristo e dos apóstolos. Um evangelho que apenas causa emoção e não te empurra para o arrependimento é anátema.

Eu tive o desprazer de tentar dialogar com alguns dos que apóiam e comemoram o gospel na Globo.  Meu Deus! Fazia tempo que eu não era tão ofendido simplesmente por citar versículos bíblicos! Me regozijo em Deus por isso!

Essa falta de educação é um reflexo claro do tipo de alimento que essa gente anda ingerindo. Arrogância e ganância travestida de humildade. Acho que nem nas antigas Cruzadas o nome de Cristo era tantas vezes pronunciado em vão como em nosso tempo.

Alguns usam Filipenses 1:18 para justificar seus apoios a aliança Globo e Mundo Gospel. Penso que esse versículo não pode ser aplicado à atual conjuntura. Paulo afirma que apesar das motivações erradas, aqueles homens pregavam o Cristo. Então, podemos presumir baseado nas outras cartas do apóstolo refutando heresias e instruindo seus discípulos a fazerem o mesmo que, o Evangelho que aqueles invejosos e competidores pregavam era o genuíno, carregado de uma teologia correta. Duvido muito que Paulo abonasse aquela situação se um falso evangelho estivesse sendo pregado. Logo, chegamos à conclusão que a situação naquele caso era bem diferente, pois hoje, além das motivações erradas, um falso evangelho é apresentado o povo, causado danos que só teremos dimensão na eternidade.

Mas no final, Ele vem pra medir, e seria melhor que muitas pedras fossem amarradas em muitos pescoços. Lucas 17:2.

Deus abençoe.

4 comentários:

  1. Descobri pelo teu artigo como me beneficiar da Teologia da Prosperidade, tão pregada pelos quatro cantos tupiniquins... Vou abrir uma loja de cordas! Vou ficar rico!! Parabéns pelo artigo!

    ResponderExcluir
  2. A Paz de Cristo, bom, muito bom! Abraço.

    ResponderExcluir
  3. "Que o amor de Deus te alcance neste Natal... E que seja através da minha vida!!"

    Se todos pensarmos dessa forma viveremos amando mais e sendo mais amados.

    Te desejo um feliz Natal e um Ano Novo de abundante Graça e Paz do Nosso Senhor Jesus!

    De papo com Deus

    ResponderExcluir
  4. É bem provável que esses cristãos modernistas desta era são bem divertidinhos em seus currículos, mas perante o autêntico evangelho é uma triste metamorfose...

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião, ela é super importante! Comente esse texto!