SUBVERTA

Pesquise as verdades primitivas aqui.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Severas Afirmações Hipócritas



Por Marcello Comuna
“O objetivo desta instrução é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência e de uma fé sincera.
Alguns se desviaram dessas coisas, voltando-se para discussões inúteis,
querendo ser mestres da lei, quando não compreendem nem o que dizem nem as coisas acerca das quais fazem afirmações tão categóricas.” 1º Timóteo 5:7

Propositalmente quero ignorar a hermenêutica e aplicar esses versos para corroborar minha reflexão. Calma! Prometo não criar heresias. Presenciei uma situação e imediatamente esses versos vieram à minha cabeça.

Identifico-me com a linha de pensamento que a igreja deva se relacionar com a cultura e sociedade ao seu redor rompendo com esse modelo dominante de subcultura da bolha evangélica. Sendo assim, tenho muitos amigos que não pertencem à igreja e assim, tenho a oportunidade de escutar diversas opiniões de como o “mundo” enxerga a igreja e temas espirituais.

Lembrei-me de uma conhecida e suas severas críticas a uma vizinha cristã por conta de alguns comportamentos que segundo ela, não estavam de acordo com uma vida devocional a Deus.
No entanto, essa conhecida não tem nenhum conhecimento teológico ou ao menos conhece as primícias do Evangelho, mas conseguiu criar um linear do que é ser uma pessoa cristã e fazer seu julgamento.

O mundo observa a igreja e faz severas afirmações sobre o povo de Deus. Eles não compreendem o que falam, mas ainda assim fazem asseverações sobre dogmas, fé, relacionamento com Deus, salvação, reencarnação, céu, inferno e etc.

O mundo se farta dos seus próprios conselhos e a velha sabedoria popular ou iluminista fazem um esforço pastoral para guiar as pessoas à iluminação, porém, sem sucesso. O mundo está em chamas e a igreja que deveria ser a água para apagar o fogo, permanece irrelevante, poucos bravos bombeiros se esforçam, mas é difícil apagar um incêndio com copos d’água. Na verdade, na maioria das vezes, servimos como gasolina para fogueira caótica universal.

O mundo em sua ignorância faz severas afirmações sobre a igreja e a culpa é nossa. Tiremos a máscara! Nós falhamos! Assumamos a culpa, arrepende-monos, tomemos outro rumo! O mundo enxerga através da vitrine e os nossos vidros estão embaçados. Queremos demonstrar amor, mas só conseguimos demonstrar intolerância, dogmas, regras.

Quando conseguimos trazer o mundo para dentro da igreja, o enclausuramos dentro de uma armadura moral, dogmática, que não tem um valor efetivo contra o pecado. Depois de um tempo, aquelas prostituas, gays, viciados, adúlteros, estelionatários, entre outros praticantes dos sete pecados capitais, estão viciados em outros pecados; os religiosos. A verdade só liberta quando vem acompanhada de amor, verdade sem amor se torna imposição autoritária.

Conhecemos a Verdade, mas não somos donos dela.

Por que falhamos? Por muitos motivos. Porém, um claro na minha mente é que estamos cada vez mais parecidos com fariseus do que com Cristo. Isolamos-nos em nosso hipócrita clube santo cheio de gays encubados, adúlteros, invejosos, estelionatários, maçons, enfim, entre outros seres humanos; e nos tornamos irrelevantes para a sociedade. A sociedade não escuta nosso berro de Amor, mas escuta nosso grito moral egoísta defendendo nossos interesses particulares.

Por que nunca fizemos uma cruzada anti-drogas, corrupção, miséria, violência? Porque isso não mexe no nosso estatuto eclesiástico! Mas casar gays...aí não! Como disse inicialmente, sou um cristão ortodoxo, mas essa hipocrisia me enoja. Sei que há gente sincera preocupada com a ditadura gay que estão querendo implantar em nosso país, com essa casta diferenciada. Eu também estou receoso e faço coro contra a PL 122, mas meu chapa, eu sinto cheiro de oportunista de longe, tem muitos pegando carona nessa campanha pensando nas próximas eleições. Não vou aplaudir filho da ditadura por conta de termos um ponto de vista em comum, as motivações precisam ser avaliadas. O princípio de Maquiavel - os fins justificam os meios - não se aplica ao Reino de Deus. Deus está olhando o coração de todos nós. Desculpe, desabafei.

Voltando a igreja...

Mudanças radicais precisam ser feitas, mas alerto, antes de qualquer mudança operacional, litúrgica, evangelística, relacional, política e assistencialista, precisamos verificar a genuína conversão à Cristo.

O princípio de qualquer relevância em nossa obra cristã passa por uma conversão genuína de todos os homens que se auto-intitulam cristãos.

Enquanto a igreja não se encontrar com o Cristo do Caminho, o mesmo que reformulou o fariseu Saulo e o transformou em Paulo, o apóstolo mais relevante das Escrituras; permaneceremos nessa inércia, que com certeza, enoja e ofende a Deus tanto quanto a desconstrução da heteronormatividade.

Deus nos perdoe e nos desmascare.

15 comentários:

  1. A cada dia que passa, me emociono com a veracidade e a originalidade que você escreve cara. Sabe, ser seu amigo é um presente de Deus. Cada dia que eu te encontro ou leio seu blog, vejo Deus chamando a minha atenção para algo que eu simplesmente fecho os olhos. Cara que a mão do Senhor nunca se afaste de ti. Que Ele possa a cada dia mais se mostrar pra você assim como eu desejo conhece-Lo.
    Abraços irmão.

    Antonio Sanches

    ResponderExcluir
  2. meu brother, belo texto. tenho várias pontos onde minha visão é diferente da sua, mas que belo texto! não sou ortodoxo, tenho alergia a ortodoxias, pois quem se julga ortodoxo, pensa-se tranquilo caminhando no "caminho certo" mas negando com sua ética débil, a validade desse mesmo "orto".

    e os que são moralmente saudáveis mas doentes em sua ortodoxia(achar que o seu caminho é o único correto logo, condenam os demais), ficam sufocados por um zelo que acham que deus tem e que eles precisam defender a qualquer custo, até ao custo do amor e da solidariedade. gostam de cuspir na sua cara a frase "deus é amor mas é fogo consumidor!!!

    apesar de disso,que belo texto!

    não vejo em você a "doença da ortodoxia", pois o problema não é ser ortodoxo, o problema é achar-se mais santo que a trindade e ser intolerante com o diferente.

    "Por que nunca fizemos uma cruzada anti-drogas, corrupção, miséria, violência? Porque isso não mexe no nosso estatuto eclesiástico! Mas casar gays...aí não! "

    eu também já disse algo parecido por aí, nos lugares onde se tentam defender a honra divina, denunciando o terrível pecado que é dois homens terem afeto um pelo outro outro, inclusive, sexual.

    eca!! bradam os tais, "deus não gosta disso"; deus só gosta de homem com mulher e de papel passado na igreja...

    sabe, amigo, eu não creio mais em um deus que tem uma moral a ser defendida. ética e moral são construções nossa, e cabe a nós defendê-las não em nome da divindade, mas em nome da humanidade.

    apesar disso, um texto necessário o seu!

    como instituição, não tenho nenhuma esperança na igreja cristã. não é relevante para os grandes debates da sociedade; uma parte dela está preocupada em prosperar; a outra, em defender a honra divina.

    amigo, não vejo que seja possível sermos cristãos como os cristãos primitivos, mesmo por que, eles também tiveram suas virtudes e defeitos; creio que é necessário sermos cristãos do século 21 e não do século 1. isso inclui mudanças teológicas por causa da mudança de compreensão da realidade.

    a religião baseada no ortodoxia moral não eleva, não compartilha, não se vê no outro. esse tipo de religioso quer ver no outro, a moral que é sua e que ele acha que é a moral de deus.

    os grandes profetas e sábios da bíblia já antropormofizaram demais a deus, está na hora de voltarmos a deixá-lo em sua total transcendência, e passarmos a ver vislumbres da sua imanência apenas nos atos de amor e solidariedade que os homens e mulheres de qualquer lugar, de qualquer tradição religiosa são capazes de fazer; mesmo que essa disposição para o amor venha paradoxalmente, misturada com o nosso egoísmo e hipocrisia edêmicos.

    eu sou capaz de levar na boa qualquer crítica ao meu modo de pensar deus e a espiritualidade; mas estou ficando sem paciência em dialogar com moralistas donos da verdade e secretários da agenda divina.

    desculpe o grande comentário(em tamanho, nem tanto em conteúdo).

    que seus pares que se dizem caminhar na ortodoxia, leiam seu texto necessário e reflitam sobre ele. sobre o que eu escrevi, eles podem ignorar.

    abraços

    ResponderExcluir
  3. "Contra a verdade não há oposição; o desabafo gera em nós autenticidade, a hipocrisia por outro lado cria atalhos que nos levam pra longe do "Caminho"... Seguir em frente sem buscar atalhos. Uma voz na multidão, uma via na contra-mão, um dia vão nos ouvir, uma dia vão nos parar e nos perguntar: Por que o seu Caminho é contrário??? Então diremos: Sigo a Verdade, não o modismo, não o sistema... Tem lugar pra mais um nessa caminhada...
    Estamos juntos Comuna!!!!

    Régi Ramos.

    ResponderExcluir
  4. Cara, show de bola esse trecho do seu texto que pra mim resume o pensamento: "Depois de um tempo, aquelas prostituas, gays, viciados, adúlteros, estelionatários, entre outros praticantes dos sete pecados capitais, estão viciados em outros pecados; OS RELIGIOSOS. A verdade só liberta quando vem acompanhada de amor, verdade sem amor se torna imposição autoritária".

    É isso, existem pessoas que se libertaram da estética considerada pecaminosa pela ótica moralista, mas se escravizaram com vícios piores que são os religiosos, porque se apresentam com aparência de piedade mas negam seu poder.

    É estelionato puro, por isso as pessoas tem uma má impressão que é resultado de uma realidade gritante que não tem estereótipo evangélico que consiga camuflar.

    Um ABRAÇÃO brother,

    Franklin

    ResponderExcluir
  5. Tony,

    O motivo de vc gostar dessas coisas que eu escrevo é pq vc é um inconformado como eu. O aquecer no peito é o Espírito te chamando para o combate. A sabedoria vem do Alto, que nos usa, apesar de nós mesmos. Toda glória seja dada somente ao Eterno.

    Abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  6. Edu,

    Sou ortodoxo pq creio e procuro praticar os fundamentos básicos da fé cristã. O problema de muitos que tb são "ortodoxos", é que eles querem impor a Verdade à força, quando nem o próprio Cristo fazia isso.

    Amar as pessoas independente de crenças e orientações sexuais é a maneira mais eficaz de espalhar Cristo. A maioria do crentes que dizem que amam os gays estão mentindo descaradamente e suas atitudes corroboram essa minha afirmação!

    Um exemplo para oq estou falando é: Tendo um amigo gay, jamais negaria meu ombro para que ele chorasse o fim do namoro com seu namorado, como já aconteceu um dia.

    Precisamos de mais amor e autenticidade, porém, nossos irmãos cristãos confundem autenticidade com imposição e autoritarismo.

    Apesar de todo mau, não desistamos de fazer o bem!

    Abraços fraternos meu chapa.

    ResponderExcluir
  7. Regi,

    Prazer enorme em vê-lo por aqui! Tá em casa! Compartilhamos do mesmo sentimento.

    Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  8. Uai, eu havia feito um comentário neste post. O que aconteceu? cadê ele??

    ResponderExcluir
  9. Ué mana?! Num sei! Não recebi!!!! COmenta de novoooo!

    ResponderExcluir
  10. Hj queria fazer uma analogia, que sei que vai chocar... eu não defendo o homosexualismo, pelo contrário reprovo porque é bíblico e abominável aos olhos de Deus, dúvidas: (romanos cap: 1 versículo 18-27) O título desse tema é A IDOLATRIA E DEPRAVAÇÃO DOS HOMENS. Onde quero chegar é que a palavra de Deus é para todos, homosexuais, crentes e principalmentes os idólatras. Ou seja aqueles que prestam cultos a outros deuses (santos e santas) também são abomináveis aos olhos de Deus. No evangelho de MARCOS CAP 7 vs 7,8,9 diz: " EM VÃO ME ADORAM, ENSINANDO DOUTRINAS QUE SÃO PRECEITOS DE HOMENS, NEGLIGENCIANDO O MANDAMENTO DE DEUS, GUARDAIS A TRADIÇÃO DE HOMENS. E DISSE-LHES AINDA: JEITOSAMENTE REJEITAIS O PRECEITO DE DEUS PARA GUARDADES A VOSSA PRÓPRIA TRADIÇÃO. Eu me incomodo profundamente com os religiosos que não lêem a´Bíbliam e que vivem conforme tradição de homens e acham que não tem pecados. Sinto muito meus caros, mas para Deus não existe pecadinhos e pecadões. Seguindo a palavra de Deus: "Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores, herdarão o reino de Deus. Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados, em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus" (1 Coríntios 6:9-11)

    Mas nem tudo está perdido, você só precisa se arrepender, independente do teu pecado, Deus te perdoa. foi por isso que Cristo morreu, para te libertar. O reino dos céus é de todos aqueles que se arrependerem e se considerarem pecadores, e a... saber que Cristo é abundante em misericórda. Ele veio para salvar os doentes (pecadores) porque todos pecaram e carecem da graça de Deus. Nós crentes somos pecadores, a diferença é que reconhecemos o nosso pecado e nos arrependemos. O perdão é dom gratuito de Deus, não precisamos fazer nada para nos redimir, apenas nos arrepender e abandonar o pecado. Deus esteja no coração de todos! Amém.

    ResponderExcluir
  11. Quer dizier então que vc recebeu este comentário aí mas o que postei falando do texto não?? estranho.

    Ok Marcello fique em paz.

    ResponderExcluir
  12. Não recebi Rô, se tivesse tinha publicado como publico todos(apesar de não serem muitos).

    Senti um tom de desconfiança e fico triste (mesmo) pq por mais que seja estranho, eu realmente não recebi, inclusive te pedi que comentasse de novo. Dias atrás eu tb comentei no texto de um amigo e ele tb não recebeu o comentário, acho que pode acontecer mana.

    Eu não teria pq não publicar um comentário seu, mesmo que fosse discordando por completo do que escrevi.

    Bom, foi isso...

    ResponderExcluir
  13. Eu comentei duas vezes Marcello, veja se não caiu a cx de span maninho, daí enviei a pergunta uai cade meu comentário?? e esta veio e os outros dois não, por isso te retornei. Mas tudo bem. Paz

    ResponderExcluir
  14. irmão Flávio Roberto28 de maio de 2011 10:25

    Conforme as palavras do escritor cristão Tim Stafford “Um hipócrita é alguém que diz que crê em uma coisa, mas vive outra”.

    Concordo plenamente com a frase do texto que diz que "precisamos verificar a genuína conversão à Cristo".

    é triste ver a instituição igreja continuar mais preocupada em exaltar os Reis e profetas do velho Testamento do que simplesmente pregar a Cristo, e esse crucificado.

    "Porquanto decidi nada saber entre vós, a não ser Jesus Cristo, e esse crucificado" I Cor. 2.2

    "Porque ninguém pode colocar outro fundamento além do que está posto, o qual é Jesus Cristo!" I Cor. 3.11

    Acredito que a grande confusão/falha está em a igreja ensinar os Não-Judeus (os gentios, que somos nós) a observar a Velhice da Letra, ou seja, a Lei que veio por Moisés. Ou caminhamos na GRAÇA e na VERDADE ou ainda não encontramos aquele que haveria de vir (Jesus de Nazaré).

    "Porque a Lei foi dada por Moisés, mas a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo" João 1.17

    "Achamos aquele sobre quem Moisés escreveu na Lei, e a respeito de quem também escreveram os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José" João 1.45

    O próprio Jesus buscou, por meio das Escrituras, revelar-se aos dois homens que estavam no caminho de Emaús (Lucas 24.27). Em outra ocasião, quando questionado por fariseus e doutores da Lei, Jesus disse: “se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim, porque de mim escreveu ele” (João 5.46).
    O apóstolo Paulo afirma que um véu está posto sobre o coração de todos os que permanecem na lição do Velho Testamento, porém, quando alguém se converte ao Senhor Jesus, o véu é removido (II Cor. 3.14,15,16).
    O escritor de Hebreus confirma que Cristo é o Mediador de uma aliança muito superior à antiga. O mesmo autor complementa: “ora, se aquela primeira aliança não tivesse imperfeições, não seria necessário buscar lugar para a segunda” (Hb. 8.6,7). Ainda hoje, infelizmente, muitos continuam presos à antiga aliança e, por causa de suas tradições, são iguais àqueles que Paulo repreendeu: “querem ser doutores da Lei, mas não sabem o que dizem nem o que afirmam” (I Timóteo 1.7).

    Cristo, o FILHO, é o ÚNICO CAMINHO para chegarmos ao PAI. O escritor de Hebreus procurou escrever sobre a SUFICIÊNCIA do FILHO:

    "Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho [...]”.Hebreus 1.1,2

    “Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida”. I João 5.12

    “E sabemos que já o Filho de Deus é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”.I João 5.20

    "...Cristo em vós, a esperança da glória!" Colossenses 1.27

    Deixo um vídeo com uma canção que gravei com outros voluntários seguidores de Cristo, espero que edifique. É simples, apenas voz e violão.

    http://www.youtube.com/watch?v=pqRXg3Z601Y

    UM FORTE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  15. Esse vício pouco proclamado,os "religiosos" deveria ser mais conhecido. Abraços, a paz!

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião, ela é super importante! Comente esse texto!